terça-feira, 12 de setembro de 2017

Plataforma gratuita ajuda estudantes na preparação para o ENEM

Estudantes que estão se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e vestibular podem contar com o Missão Universitária (Missu) para realizar o tão desejado sonho de entrar numa universidade. O Missu é fruto da parceria entre a Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco e a Mind Lab, lançado em 2015. A plataforma é gratuita e serve como preparação para a vida universitária.

A plataforma conta com simulados, treino diários com questões oficiais do ENEM, orientações para montar um plano de estudos personalizado, especialista disponível para tirar dúvidas e o estudante ainda pode ser premiado pela dedicação nos estudos. O Missu pontua as atividades praticadas dentro da plataforma e dá para subir num ranking de premiação. Mensalmente, os mais dedicados são premiados com iPhone, viagem, cursos e vários outros prêmios que motivam o estudante a continuar praticando e se superando.

Os estudantes da Rede Estadual de Ensino possuem um código que oferece suporte pedagógico e deve ser ativado na lojinha como cartão presente. Para ter acesso ao código, o estudante deve procurar a gestão da escola em que está matriculado.

Para se inscrever é bem fácil, clique aqui.

Fonte: SEE

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Inscrições para nova edição do Curso de Disseminadores de Educação Fiscal encerram amanhã (12)

Encerram amanhã (12) as inscrições para mais uma edição do Curso de Disseminadores de Educação Fiscal - DEF 2017, que oferece 200 vagas para o Estado de Pernambuco. O curso é oferecido pelo Programa Nacional de Educação Fiscal em parceria com a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) e Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco (SEE). As vagas são ofertadas para professores, profissionais da educação, servidores públicos e sociedade em geral. As inscrições podem ser realizadas por meio do preenchimento da ficha de inscrição disponível no link https://goo.gl/forms/3jgkhtF0dUEKLSd42

Com o objetivo principal de contribuir para a formação permanente do indivíduo, na perspectiva de uma maior participação social nos processos de geração, aplicação e fiscalização dos recursos públicos, o curso, ministrado a distância (EAD), está previsto para iniciar-se em 18 de setembro de 2017. O conteúdo é dividido em cinco módulos que abordarão temáticas como: Educação Fiscal no Contexto Social; Relação Estado-Sociedade; Função Social dos Tributos; e Gestão Democrática dos Recursos Públicos, contabilizando um total de 120 horas-aula. 

Durante o curso o aluno contará com o apoio de um tutor para esclarecimento de dúvidas, fomentação de debates nos fóruns e acompanhamento da aprendizagem. Ao final, os alunos devem elaborar um projeto, plano de aula ou plano de ação que vise disseminar educação fiscal no ambiente escolar, na administração pública ou na sociedade de uma maneira geral.

Para obter mais informações sobre o Programa Nacional de Educação Fiscal e suas ações, acesse a página da Escola de Administração Fazendária (ESAF), do Ministério da Fazenda, http://www.esaf.fazenda.gov.br/educacao_fiscal/

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

GRE conclui formações continuadas de Matemática do 3º Bimestre

Garanhuns e Lajedo foram polos, na última terça-feira, 29, de formações continuadas para professores de Matemática das escolas estaduais do Agreste Meridional. Os que atuam no Ensino Fundamental – Anos Finais participaram do momento de estudos na sede da GRE. Já para os docentes do Ensino Médio de Calçado, Jurema, Lajedo e São Bento do Una , a formação aconteceu na EREM Deolinda Amaral.

Com o tema “Relações Trigonométricas no Triângulo Retângulo”, a formação para o Ensino Fundamental trabalhou o tema de forma lúdica e com referências na história. O grupo foi apresentando a atividades práticas e sequências didáticas com o uso da ferramenta Geogebra , além de referências de pesquisa na internet para enriquecer o trabalho didático.

Na formação do Ensino Médio, o estudo foi direcionado para a resolução de problema de contagem utilizando o princípio multiplicativo ou noções de permutação, arranjo e combinação simples. Além disso, foram trabalhados experimentos e oficinas envolvendo algumas possibilidades de ensino sobre o assunto.

GRE realiza III Encontro de Coordenadores e Supervisores dos Anos Iniciais

Cerca de 60 educadores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental participaram, na última terça-feira (29), na sede da GRE do Agreste Meridional, do III Encontro para Coordenadores e Supervisores Municipais desta etapa de ensino. O evento, realizado pela Unidade de Acompanhamento da Educação Infantil e dos Anos Iniciais (UEA) da GRE, foi dividido entre o estudo dos temas “Planejamento na perspectiva interdisciplinar” e “Letramento Matemático: da teoria à prática”.

De acordo com a equipe organizadora, espera-se que, com o encontro, seja reforçada a importância de um olhar interdisciplinar sobre o planejamento, visando integrar e ampliar os trabalhos entre as disciplinas de forma lúdica e prazerosa; e, ainda, trabalhar a matemática na perspectiva do letramento, levando o estudante a compreender significados de conceitos matemáticos e sua aplicabilidade nas práticas sociais.

Os últimos itens da pauta foram destinados aos informes gerenciais e repasses das formações do Programa Alfabetizar com Sucesso e Trilhas. Os participantes foram orientados a multiplicar o encontro junto aos professores nos municípios.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Escolas do Agreste Meridional entre os destaques do Prêmio IDEPE

O clima era de expectativa entre gestores, professores e prefeitos de alguns municípios do Estado para o anúncio dos destaques do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (IDEPE) no ano de 2016. Os resultados foram divulgados na manhã de ontem (28) pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estadual de Educação. A solenidade de premiação aconteceu na Sala das Bandeiras, no Palácio do Campo das Princesas.

Considerado o evento mais importante do calendário da educação pública de Pernambuco, o IDEPE visa valorizar o trabalho das escolas, Gerências Regionais de Educação (GRE) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais no Estado. Divulgado anualmente, a realização da solenidade de premiação do IDEPE entrou no calendário do Governo do Estado em 2015, e desde então, é um momento esperado por todos os gestores estaduais e municipais de Pernambuco. O IDEPE 2016 premiou seis municípios, seis Gerências Regionais de Educação (GRE) e doze escolas. 

Dentre elas, a Escola de Aplicação Professora Ivonita Alves Guerra, de Garanhuns. A unidade de ensino conquistou a 2º colocação nos IDEPEs dos Anos Finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio entre as escolas estaduais em parceria. Também do Agreste Meridional, o município de Jupi é o primeiro colocado no Estado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. De Canhotinho, a Escola Padre Callou de Alencar foi citada entre as melhores do Ensino Fundamental Anos Finais de Pernambuco. 

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

GRE, Secretaria de Educação e MEC discutem políticas de Educação Escolar Quilombola


Cerca de 200 pessoas vinculadas à Educação Escolar Quilombola lotaram o auditório da GRE do Agreste Meridional nesta quinta-feira (24), para reunião técnica promovida pela Gerência de Políticas Educacionais da Educação do Campo (GEPEC) em articulação com o Ministério da Educação (MEC). A pauta programada teve como objetivo dialogar com gestores, professores, lideranças quilombola, movimentos sociais e sociedade em geral sobre a oferta de uma educação básica de qualidade e que respeite a história e cultura das comunidades remanescentes dos quilombos.

Após mesa de abertura, que contou com a presença da gerente da GRE, Adelma Elias, os representantes da Secretaria de Educação de Pernambuco e do MEC discutiram com os presentes as legislações que normatizam a Educação Escolar Quilombola. Em grupos de trabalho, o debate continuou com foco na situação atual desta oferta de ensino nos sistemas estadual e municipais, e o que é preciso ser feito para implementar a Resolução CNE 08/2012.

Também na agenda de atividades, os grupos de trabalho procuraram criar estratégias para a efetivação da Educação Escolar Quilombola no dia a dia da escola e direcionar os programas estaduais e municipais que articulam este tipo de educação com o Plano de Ações Articuladas (PAR) do MEC. O produto final foi um cronograma de ações apresentando a operacionalização do que foi debatido. 

Em Pernambuco, a Educação Escolar Quilombola é constituída por um contingente de 526 professores e de 9.171 estudantes, segundo o censo 2016. Neste sentido, as ações educativas desenvolvidas pela Secretaria de Educação do Estado são planejadas, executadas e acompanhadas junto com os municípios, os professores, os estudantes e as lideranças das comunidades quilombolas.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Ações do ProEMI no 1º semestre são avaliadas

As ações realizadas pelas escolas a partir da execução do Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI) estão sendo sistematicamente acompanhadas pela Secretaria de Educação do Estado e GRE do Agreste Meridional. Nesta semana, a Escola Senador Aderbal Jurema e as escolas de referência em ensino médio de Garanhuns, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Capoeiras) e Luiz Pereira Júnior (Caetés) receberam a vista da equipe de monitoramento do programa.

O objetivo é verificar a aplicabilidade da Proposta de Redesenho Curricular (PRC) no primeiro semestre de 2017 em todas as escolas que fizeram adesão ao programa. Nestas visitas, os técnicos conversam com equipes gestoras, articuladores do ProEMI nas escolas e com os próprios estudantes, buscando avaliar as mudanças positivas que ocorreram na unidade a partir da execução do programa. 

O ProEMI tem com proposta apoiar e fortalecer os Sistemas de Ensino Estaduais e Distrital no desenvolvimento de propostas curriculares inovadoras nas escolas de Ensino Médio, disponibilizando apoio técnico e financeiro, consoante à disseminação da cultura de um currículo dinâmico, flexível, que atenda às expectativas e necessidades dos estudantes e às demandas da sociedade atual. Deste modo, busca promover a formação integral dos estudantes e fortalecer o protagonismo juvenil com a oferta de atividades que promovam a educação científica e humanística, a valorização da leitura, da cultura, o aprimoramento da relação teoria e prática, da utilização de novas tecnologias e o desenvolvimento de metodologias criativas e emancipadoras.

Projeto "Essa Ideia Quero Compartilhar" chega em São Bento do Una

A Coordenação Geral de Educação Integral e Profissional (CGIP) da GRE realizou ontem, 23, mais uma edição do projeto “Essa Ideia Quero Compartilhar”. Quem sediou o evento e teve a responsabilidade de apresentar as experiências exitosas e os projetos pedagógicos em curso foi a Escola Técnica Estadual (ETE) Governador Eduardo Campos, localizada em São Bento do Una.

Equipes gestoras de dez escolas, de diferentes municípios do Agreste Meridional, foram convidadas para participar desta edição do projeto, que tem como proposta contribuir para a melhoria dos índices educacionais e proporcionar, às equipes escolares, a oportunidade de aprofundar saberes através de outras realidades e outras culturas educacionais, fortalecendo sentimentos de cooperação, união e superação. O foco dos estudos é a disseminação da filosofia do Programa de Educação Integral e a socialização de casos de sucesso vivenciados por algumas unidades escolares.

Além da apresentação das ações bem sucedidas da escola sede, os gestores visitantes e suas equipes conheceram os ambientes de aprendizagem e de convivência da unidade, observando como a estrutura física pode ser aliada das práticas pedagógicas. O evento encerrou com a palestra “Avaliação: realidade e desafio nosso de cada dia”, conduzida por Sueli Pimentel, gestora da EREM Abílio Monteiro (Lagoa do Ouro). O tema foi concluído com uma roda de conversa entre os educadores participantes.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Formação de Matemática reúne 150 educadores

As formações continuadas para professores, referentes ao 3º bimestre letivo do ano, já estão acontecendo no Agreste Meridional. Ontem (22), estiveram na sede da Gerência os docentes de Matemática, que atuam no ensino médio, para participar do momento de estudos. Cerca de 150 educadores estiveram presentes. 

O tema conduzido na formação foi “Análise Combinatória”. Dividido em dois grandes grupos, os professores trabalharam especificamente a resolução de problemas que envolvem contagem, utilizando o princípio multiplicativo ou noções de permutação simples, arranjo simples e/ou combinações simples. 

Este corresponde a um dos descritores contemplados no Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco (SAEPE) que necessitam de fortalecimento na aprendizagem dos estudantes.

Garanhuns recebe escuta regionalizada para elaboração do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas

Numa realização do Governo de Pernambuco, por meio das secretarias de Cultura e Educação, da Companhia Editora de Pernambuco (CEPE) e do Fórum Pernambucano em Defesa das Bibliotecas, Garanhuns recebeu ontem (22) a escuta regionalizada para elaboração do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PELLLB). O evento foi aberto pela gerente da GRE do Agreste Meridional, Adelma Elias, e reuniu, no auditório da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA), os segmentos mediador, criativo e produtivo da cadeia do livro, com o objetivo de colher dados fundamentais para a construção do documento.

De acordo com a comissão executiva para construção do PELLLB, o plano servirá de base para o Planejamento Estratégico das Políticas Públicas para o Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, e envolve o estabelecimento de metas e ações do poder executivo para os próximos 10 anos, incluindo encaminhamento de revisão da lei atual que trata do tema. Para isto, foram convidados profissionais que atuam em escolas públicas, mediadores de leitura, escritores locais, editores, sebistas, livreiros e técnicos da GRE para dar suas contribuições sobre os principais problemas e potenciais do setor na região.

Ainda segundo a comissão executiva, o PELLLB representa a busca por uma sociedade leitora, como condição para promover a inclusão social e o direito à cidadania aos pernambucanos, ampliando sua visão crítica da realidade, estimulando a cadeia produtiva e criativa para a geração de empregos e a criação literária.